Homicidios

(100ª) Motorista baleado em tentativa de assalto morre ao tentar fugir dos criminosos

ImagemUma possível tentativa de assalto no bairro Nova Betânia, terminou com a morte de consultor de vendas em Mossoró no Rio Grande do Norte.

ImagemEverton Pinto Tomaz de 28 anos de idade, residente na Rua Doutor Charley, no Conjunto Inocoop no Alto de São Manoel, foi vitima de uma tentativa de assalto por volta das 09h da noite de hoje, 14 de maio, na Rua Alaíde da Escóssia, por trás do Sesc.

Segundo informações, ele estava conversando ao celular dentro do seu carro, um HB20 escuro, quando foi abordado por dois elementos que chegaram num Punto escoro e anunciaram o assalto. Quando percebeu a presença dos criminosos que ainda diziam “perdeu”, ele acelerou o carro tentando fugir.

Os bandidos que efetuaram um disparo que atravessou o vidro dianteiro e acertou a veia femoral da perna direita de Everton que mesmo ferido, ainda conseguiu conduzir o carro até o semáforo no cruzamento da Avenida Diocesana com Duodécimo Rosado, onde bateu na lateral de uma caminhonete da Força Nacional, rodou e bateu noutro carro que passava pelo local.

Everton Pinto Tomaz ainda foi atendido, mas segundo o Drº Gustavo, medico intervencionista do Samu, a bala que atingiu a perna do mesmo provocou grande perda de sangue causando um choque hipovolêmico e ele morreu no local enquanto estava sendo atendido.

Para os delegados Denys Carvalho, da Delegacia Regional e Fernando Antônio, de Plantão, o histórico de tentativa de assalto, aponta para crime de latrocínio, “Roubo seguido de morte” mesmo que o roubo não tenha sido consumado. Aparentemente nada foi levado da vitima.ImagemImagem

14 de Maio de 2018

(16) Comentários

16 Comentários

Esconder formulário
  • Anônimo
    Há 4 meses
    Tiraram a vida de uma pessoa muito boa mas Deus é sempre será maior
  • Observador
    Há 4 meses
    A metrópole do futuro. Futuro do quê e de quem? O povo que expulsou Lampião e seu bando já não assusta nem cachorro doente, somos uma vergonha para nossos antepassados. Perdemos nossos culhões, veremos todos os nossos filhos e entes sendo brutalmente assassinados e continuaremos de braços cruzados.