Homicídios Mossoró

(220ª – 221ª) Duas pessoas mortas na noite de hoje em Mossoró

ImagemMais duas mortes violentas provocadas por armas de fogo em Mossoró no Rio Grande do Norte.

ImagemO primeiro crime aconteceu por volta das 19h30min no Projeto de Assentamento Oziel Alves, em frente ao portão da antiga Maísa e teve como vitima, Gledson Anderson da Silva Rego "Andinho" de 20 anos de idade, foi morto a tiros.

Segundo informações da policia, ele estava com um grupo de amigos e foi surpreendido por dois criminosos que chegaram de motocicleta. Os elementos teriam mandado que todos entrassem e executaram a vitima, ao lado da residência que eles estavam.

A policia não descarta a possibilidade dele ter sido morto por vingança. Segundo informações, Andinho era acusado de envolvimento numa morte ocorrida no Assentamento Sol Nascente no ano passado, crime que teve como vitima Ilmar Benicio, sobrinho da Loba do Cobal, tambem assassinada quando chegava para abrir sua banca de frutas na cobal no final do ano de 2016.

ImagemO segundo crime aconteceu por volta das 20h na Rua Manoel Januário da Silva no bairro Itapetinga, antigo estreito, na saída para a cidade de Governador Dix Sept Rosado e teve como vitima, Francisco Igor Gomes Pereira "Iguinho" de 22 anos de idade, que morava próximo a caixa d’agua no bairro Belo Horizonte.

 Segundo informações, “Iguinho” tinha ido ao bairro Itapetinga, visitar o pai e quando estava retornando, os criminosos, que se identificaram como policia mandaram que ele parasse o carro e descesse.

A vitima ainda perguntou o que teria que fazer “Como eu devo ficar”? Ele foi alvejado com vários disparos de pistola e morreu no local.

Segundo registro, Francisco Igor tinha passagem por delegacia acusado pelo crime de trafico de drogas.Imagem

07 de Novembro de 2018

(1) Comentários

1 Comentários

Esconder formulário
  • Maria Rocha
    Há 11 dias
    Interessante é que dificilmente matam um cidadão de bem: sempre é essa gente metida com tráfico, assaltos, homicídios... Mossoró vive uma barbárie. Mas antes chumbo neles, do que em nós - pessoas de bem, trabalhadores.