Brasil

Corinthians, Palmeiras e São Paulo divulgam vídeo em conjunto no dia internacional da mulher; veja

Clubes passam a ser colaboradores do programa "Tem Saída", que tem como objetivo oferecer autonomia financeira às mulheres vítimas de violência doméstica
Por GloboEsporte.com — São Paulo

ImagemCorinthians, Palmeiras e São Paulo divulgaram em conjunto nesta sexta-feira, dia internacional da mulher, um vídeo de combate à violência doméstica e familiar.

O "Trio de Ferro" passou a ser colaborador do programa "Tem Saída", criado pela Prefeitura de São Paulo com Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, OAB-SP e ONU Mulheres.

O programa tem como objetivo oferecer autonomia financeira, por meio da geração de emprego, às mulheres vítimas de violência doméstica.

No vídeo, o ex-jogador Basílio, representando o Corinthians, o apresentador Fred, do Desimpedidos, e o repórter Luciano Chuquer, da TV do São Paulo, ouvem os relatos de Juliana, que sofreu abusos por 18 anos.
Veja como os clubes divulgaram a ação:

08 de Março de 2019

Rio Grande do Norte

Mulheres ganham núcleo de combate ao feminicídio e delegacia de plantão

ImagemNa data mundial quando se celebra o Dia da Mulher, o Governo do Estado anunciou ações concretas de enfrentamento à violência contra a mulher no Rio Grande do Norte, para garantir seus direitos no campo e na cidade. O anúncio foi feito durante solenidade organizada na manhã desta sexta-feira (08), na Escola de Governo, no Centro Administrativo, em Natal. A governadora Fátima Bezerra divulgou a criação do Núcleo de Combate ao Feminicídio dentro da DHPP - Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia civil e instituiu plantões de 24h na Delegacia de Assistência à Mulher, na zona norte de Natal.

“O Rio Grande do Norte atravessa uma situação de calamidade financeira, que vem sendo enfrentada com zelo e responsabilidade pelo nosso governo. Mas isso não pode nos poupar de nenhum esforço no enfrentamento da cultura machista que vitima as mulheres em nosso Estado”, destacou a governadora. A criação do núcleo possibilitará mais agilidade nos inquéritos e moderna doutrina de investigação de crimes dessa natureza. Já o plantão em regime de 24 horas vem suprir uma grande lacuna no combate aos crimes contra mulheres, pois nenhuma das cinco delegacias especializadas desta área funcionava em sistema de plantão no RN.

Ter onde ser atendida em qualquer dia da semana e a qualquer hora é estratégico para a diminuição desses crimes, visto que a maioria deles acontece aos finais de semana e à noite, quando não havia plantão. A escolha da zona norte da capital se deu ao fato de que quase metade da população residente na área é do sexo feminino, o que representa, em números, praticamente a população de Mossoró, segunda maior cidade potiguar. É também na zona norte onde está o maior número de incidências deste crime, na capital.

Títulos de terra terão o nome da mulher

Uma importante ação de apoio às mulheres que trabalham no campo também foi anunciada pelo Governo do Estado. De acordo com a Portaria 01/2019, a partir de agora os títulos de terra expedidos pela Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (Seara) terão o nome do homem e da mulher donos do imóvel. Historicamente, esses títulos eram emitidos apenas com o nome do homem como titular. A medida significa um avanço real, dando à mulher o mesmo direto à posse da terra.  

Na ocasião foram entregues dois títulos de terras e uma escritura pública do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) a trabalhadoras rurais dos municípios de Olho d’Água do Borges e Apodi. Também foi lançado o Programa Estadual de Documentação da Trabalhadora Rural, que assegura o acesso das trabalhadoras rurais a documentos civis e trabalhistas, de forma gratuita e nas proximidades de moradia e possibilita o acesso às políticas públicas, contribuindo para igualdade entre os gêneros. O programa atenderá prioritariamente mulheres da agricultura familiar, acampadas, assentadas da reforma agrária, pescadoras artesanais, extrativistas, quilombolas, indígenas e trabalhadoras rurais.

Arméli assumirá a Secretaria de Mulheres

Atual secretária de Estado do Esporte e Lazer (SEEL), Arméli Brennand foi anunciada, durante o evento, como gestora da futura Secretaria de Estado de Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos – SEMJIDH, cujo Projeto de Lei aguarda votação na Assembleia Legislativa do RN. “Quero dizer da minha alegria de hoje, sem criar um único cargo, mas fazendo o reordenamento necessário, estamos criando esta secretaria para que ela possa levar políticas públicas às mulheres, jovens, etnias diversas e outras minorias. Vamos vencer esta guerra”, enfatizou Fátima.

Participaram também da solenidade o vice-governadora Antenor Roberto e os secretários Íris Oliveira (Trabalho e Habitação), Virgínia Ferreira (Administração), Guia Dantas (Comunicação) e Ana Maria Costa (Turismo), além de outras autoridades.

O evento contou, ainda, com uma programação cultural composta por três exposições fotográficas abordando a temática feminina: “Plantando Sementes de Empoderamento” (Governo Cidadão RN); "FotoPoesia, força e ousadia de ser Mulher" (Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN); e “Um Toque de Poesia” (Poetas Potiguares).

Fotos: Elisa Elsie

Assecom-RN

08 de Março de 2019

RN: Região Oeste

150k de drogas apreendida pela policia é incinerada em Mossoró na manhã de hoje

ImagemAconteceu na manhã de hoje, 08 de Março, a queima de drogas realizada pela Delegacia de Narcóticos e Delegacia de Homicídios, em Mossoró Rio Grande do Norte.

Cerca de 150 quilos de drogas foram incinerados na manhã de hoje num dos fornos da Usibras, as margens da BR 304, no Abolição II. O montante representa apenas uma parte do foi apreendida no ano passado. 140 quilos foram apreendidos pela Delegacia de Narcóticos “Denarc” e outros 10 quilos pela Delegacia de Homicídios.

Estiveram presentes na queima, Luiz Fernando Delegado Regional, Alex Wagner, Delegado titular da Denarc, Odilon Teodósio, Delegado Geral adjunto da Secretaria de Segurança Publica do Estado “Sesed” e foi acompanhada por fiscal da vigilância sanitária de Mossoró e a equipe do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP).

Todo material incinerado segundo o Delegado Dr. Alex foi resultado de apreensões realizadas na cidade de Mossoró e região.ImagemImagem

08 de Março de 2019

Hemanegem

Mulheres quebram tabu e se destacam na perícia criminal no Rio Grande do Norte

Blog do Barreto.

ImagemLevantamento de vestígios, elucidação e reprodução de eventos criminosos estão na rotina da atividade do Perito Criminal. Esta se apresenta, por vezes, de natureza brutal, mórbida e perigosa. Por isso, muitos acreditam que estas atribuições são desenvolvidas estritamente por homens, ainda por perceberem as mulheres como frágeis e/ou sensíveis para desenvolverem tais atividades.

Contudo, essa ideia não representa a realidade! No Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP/RN), as Peritas Criminais exercem suas funções nas perícias externas e internas, que incluem exames laboratoriais, perícias psicológicas, exames de microcomparação balística, documentoscopia, entre outros. O desempenho das mulheres na atividade pericial reforça o fato de que não há espaço para distinção de gênero. “O principal desafio é saber separar o impacto que algumas cenas podem causar. Então sempre temos que avaliar uma cena de crime de forma imparcial, utilizando meios científicos como é preconizado. A atuação da mulher na perícia muitas vezes pode ser vista com resistência, uma vez que a mulher ainda é vista por muitos como frágil e mais emotiva, porém a busca por detalhes, o compromisso e a dedicação ao estudo aliados a sensibilidade feminina fazem com que tenhamos um olhar diferenciado na análise de uma cena de crime”, destacou a perita criminal Roberta Pena, que atua na Unidade Regional de Mossoró.

Nathalia Nunes, que atua como perita criminal em Natal destaca que o trabalho requer conhecimento de diversas áreas para encarar situações novas diariamente nos locais de crime.

“Nosso ambiente de trabalho de fato ainda é muito dominado pelos homens, embora tenha aumentado o número de peritas mulheres nos últimos tempos. As pessoas normalmente questionam se a natureza do trabalho é muito pesada pra mim que sou mulher e se acho difícil ver certas cenas. Eu costumo responder que o trabalho de perito é técnico e isso independe do gênero. Acredito que a área da segurança pública, que inclui a perícia, ainda precisa ser conquistada pelas mulheres. A crença de que as mulheres são frágeis pra desempenhar certas funções já não são válidas e o Rio Grande do Norte com suas mulheres na perícia tem mostrado isso”, afirmou Natalhia.

Agentes de necropsia provam que trabalho independe de gênero

Imagem
Mulheres quebram tabu e se destacam na perícia criminal no RN: Todas as imagens são do Câmera.com.br

O trabalho de necropsia, mais do que o senso comum acredita, vai muito além de apenas examinar e recolher cadáveres. A atividade tem grande importância social, é considerada o coração da perícia. Contudo o trabalho do agente de necropsia não se detém apenas no auxílio deste exame, se inicia no local de crime de morte violenta com análise externa dos ferimentos do cadáver, documentação, recolhimento e posterior exames internos para identificar a causa mortis, de modo que o trabalho do agente só finaliza ao entregar o corpo para família. “Sinto-me honrada em colaborar com a justiça, Estado e famílias que são impactadas com entes vítimas de morte violenta. A função em Natal antes era exclusivamente masculina, hoje mulheres compõe o quadro dando renovo e fôlego para quem já está na casa há mais de 30 anos. A resistência masculina se dissipou diante adaptação e naturalidade a qual as mulheres encaram o dia a dia da missão”, explicou a agente de necropsia do ITEP-RN, Maria Helena Mota.

Ainda segundo Maria Helena, o trabalho existe força física, mas acima de tudo, inteligência emocional, coragem, leveza, seriedade e determinação. “Não é fácil trabalhar a dor do outro, o que nos motiva são os desfechos desencadeados pelo trabalho de toda equipe, pois o trabalho do Itep-RN jamais será singular, é um trabalho plural, cada setor com sua colaboração”, concluiu.

Imagem
Mulheres quebram tabu e se destacam na perícia criminal no RN: Todas as imagens são do Câmera.com.br

08 de Março de 2019

Tentativa de Homicidio

Jovem é baleado enquanto trabalhava em Lava-Jato no Aeroporto II em Mossoró

Fim da Linha

ImagemUm jovem identificado como Mikael Max Mendonça da Silva, 24 anos, foi baleado durante uma tentativa de homicídio, ocorrida na manhã desta sexta feira 08 de março de 2019, em um Lava-Jato, no Bairro Aeroporto II (Macarrão) em Mossoró no Oeste do Rio Grande do Norte.

De acordo com informações colhidas pela polícia, junto a testemunhas, o jovem estava lavando um carro, quando foi alvejado com cerca de três tiros, que atingiram a cabeça, ombro e costas. Testemunhas contaram ainda que dois homens de moto foram vistos saindo do local após os disparos.

Mikael, foi socorrido por uma carro particular, para o Hospital Tarcísio Maia e entrou andando na unidade hospitalar. A Polícia não sabe ainda o que teria motivado o atentado e informou que a vítima não tem antecedeentes criminais. O caso será investigado em inquérito policial conduzido pelo delegado Valtair Camilo de Paiva, titular da Segunda Delegacia Distrital, localizada no Bairro Nova Betânia.

 

08 de Março de 2019