• Julgamento
  • 11 de Julho de 2017 - 10:06hs

Motorista que matou enfermeira que se recusou a viver com ele vai a julgamento hoje em Mossoró

Lenilson Lopes de Freitas, de 52 anos, acusado de matar, a tiros, sua ex-companheira, Elaine Kledna Bezerra do Nascimento, na época com 38 anos.

Imagem
 Lenilson Lopes de Freitas, 52 anos, acusado de matar sua ex-companheira, Elaine Kledna Bezerra do Nascimento - Imagem - Francileno Gois

O Tribunal do Júri Popular se reúne nesta terça-feira, 11, no Fórum de Mossoró, para julgar o motorista Lenilson Lopes de Freitas, de 52 anos, acusado pelo Ministério Público Estadual de matar, a tiros, a sua ex-companheira, a enfermeira Elaine Kledna Bezerra do Nascimento,na época com 38 anos.

Imagem
 Elaine Kledna Bezerra do Nascimento, na época com 38 anos.

Este homicídio aconteceu no dia 5 de agosto de 2015, por volta das 16 horas, na residência da vítima, situada na Avenida Antônio Filgueira, 2008, precisamente no Condomínio Alvorada, do bairro Dom Jaime Câmara, que fica na zona leste de Mossoró.

O que motivou o crime é que a vítima havia decidido se separar do marido, devido aos atos violentos dele. O assassinato aconteceu exatamente três meses depois da separação. O crime, conforme apurou a polícia, foi premeditado pelo acusado Lenilson Lopes.

Segundo relata o Ministério Público Estadual, Lenilson Lopes comprou um revólver calibre 38 no dia 4 de agosto de 2015 e no dia seguinte seguiu a mulher até a residência dela. Lá chegando, tentou forçar ela, com a arma, a voltar a viver com ele. Ela não aceitou e foi morta.

O motorista fugiu, após o crime, mas foi localizado e preso quando tentava embarcar num ônibus de linha interestadual na cidade de Cajazeiras, no Estado da Paraíba. Ao ser preso pela Polícia Rodoviária Federal, o réu confessou o crime.

O julgamento começa de 8 horas. Os trabalhos serão presididos pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros. A defesa será feita pelo advogado José Galdino da Costa e a acusação pelo promotor de Justiça Armando Lúcio Ribeiro.

Após ouvir testemunhas, réu, apresentação do promotor e do advogado, o Conselho de Sentença decidirá o destino do motorista Lenilson Lopes, que está preso preventivamente pelo crime. A previsão de conclusão do júri é meio dia.

Por Cesar Alves: Mossoró Hoje

7 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  • Anônimo Há 16 dias

    Idiota ninguém é dono de ninguém.

  • Anônimo Há 16 dias

    Ninguém é dono de ninguém.

  • Justisa Há 16 dias

    Cade os resto dos ratos que mataro o seu Hiroilto Falcão uma pessoa de bem pai de família cadê a justiça pra prende esses assassinos tamos esperando uma resposta procura na casa da família deles que a polícia acha se pega um pega os dois tão junto eles dois vamos senhor juiz solta nossos guerreiros que eles acha esses mal elementos vimos quebra osso tá faltando você no comanda pra dar uma resposta a sociedade mossoroense

  • Justisa Há 16 dias

    Cade os resto dos ratos que mataro o seu Hiroilto Falcão uma pessoa de bem pai de família cadê a justiça pra prende esses assassinos tamos esperando uma resposta procura na casa da família deles que a polícia acha se pega um pega os dois tão junto eles dois vamos senhor juiz solta nossos guerreiros que eles acha esses mal elementos vimos quebra osso tá faltando você no comanda pra dar uma resposta a sociedade mossoroense

  • Justisa Há 16 dias

    Cade os resto dos ratos que mataro o seu Hiroilto Falcão uma pessoa de bem pai de família cadê a justiça pra prende esses assassinos tamos esperando uma resposta procura na casa da família deles que a polícia acha se pega um pega os dois tão junto eles dois vamos senhor juiz solta nossos guerreiros que eles acha esses mal elementos vimos quebra osso tá faltando você no comanda pra dar uma resposta a sociedade mossoroense

  • JUSTIÇA? 15 dias ½ atrás

    É pouco esse cachorro pegar so isso presa mesmo vai ficar a mulher, falando nisso autoridades cade o caso de Patricia Valeria acabou num tem punição não ficou por isso mesmo? interressante se fosse gente fluente em mossoro ja tinha descoberto ou nem precisava disso abastava ele ter matado uma mulher de familia valente ak do ALTO OESTE mas vagabundo são tudo froxo mesmo sabe com quem mexe mesmo assim a morte dela vai fazer 1 ano ouve falar no tempo que estava perto de ser resolvido e nada cade vc justiça queremos explicação. Na data da morte dela vamos fazer uma mobilização grande vamos protesta e pedir justiça.

  • Anônimo 15 dias ½ atrás

    Covardeeeeeee