Homicídios Mossoró

(050ª) Pastorador de carros é morto a facadas e tem o corpo jogado dentro do rio no centro de Mossoró

air Soares da Silva tinha 48 anos de idade trabalhava como flanelinha ou pastorador de carros e não tinha residência fixa. Na manhã de hoje, 27 de abril, seu corpo foi encontrado entre as aguapés, próximo à parede da barragem no centro de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Segundo a família, que localizou o corpo através de informações de amigos da vitima, ele estava desaparecido desde a ultima quinta feira, 25 e pode ter sido vitima de assassinato.

A suspeita da própria família que já o procurava, o mesmo teria sido morto a facadas ou facãozada e o corpo jogado dentro do rio.

As suspeitas da família foram confirmadas, depois dos procedimentos realizados no local, pelas equipes da Delegacia de Plantão e do Instituto Tecnico-Cientitico de Pericia, Itep. Jair Soares da Silva foi mesmo assassinado a golpes de faca peixeira ou facão e o corpo apresentava sinais avançados de putrefação, o que indica mais de 24h da morte.

Comparando o numero de mortos em Mossoró em 2019, com o mesmo período nos últimos 5 anos, temos a seguinte situação:

De janeiro a 27 de abril de 2015, Mossoró registrou 50 assassinatos. No mesmo período ano seguinte 88 pessoas foram assassinadas na cidade. Já em 2017 foram três mortes a menos. No inicio de 2018, a violência disparou em todo Rio Grande do Norte e Mossoró, considerada a cidade mais violenta, já havia registrado 90 mortes até o dia 27 de abril.

Nenhum comentário

Comentar