#Acidente com morte

Jovem vítima de acidente de trânsito em Assú morre no Tarcísio Maia em Mossoró

Assu

O acidente do tipo colisão entre duas motocicletas aconteceu no dia 11 de outubro passado, numa estrada carroçavel de acesso ao Rio, na cidade de Assú, no Oeste do Rio Grande do Norte.

A vítima, Jackson David de Souza de 20 anos de idade, que residia na Rua Professora Maria da Costa, no bairro Frutilandia em Assú colidiu de frente com outro motociclista. Ele foi socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró e acabou morrendo por volta do meio-dia de desta quarta-feira, 23 de dezembro.

O corpo foi removido para exames de necropsia na sede da Unidade Regional do Itep em Mossoró. 

Homicidios no RN

Agricultor é morto a tiros na zona rural de Ipanguaçu

Terror

O corpo de Francisco Antônio da Silva de 47 anos de idade, residente no Assentamento Olho D'água na zona rural de Ipanguaçu, foi encontrado ao lado de sua motocicleta numa estrada carroçavel, no Sitio Tabuleiro Alto. 

Segundo informações, o agricultor teria sofrido uma emboscada na madrugada de hoje, 23 de dezembro. O corpo apresentava dois ferimentos, na parte de trás da cabeça e nas costas, provocados por disparos de algum tipo de espingarda.

Apesar de um histórico antigo de envolvimento da vítima com delitos, a polícia acredita que a motivação para o crime, tenha sido uma confusão num bar, na noite de ontem, numa comunidade rural. 

O corpo de Francisco Antônio da Silva foi necropsiado na Unidade Regional do Itep em Mossoró e liberado no final da tarde de hoje. 

 

Brasil

CNJ regulamenta prisão domiciliar a responsáveis por menores e pessoas com deficiência

CNJ

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou, na 79ª Sessão Virtual encerrada na sexta-feira (18/12), resolução na qual estabelece procedimentos e diretrizes para a substituição da privação de liberdade de gestantes, mães, pais e responsáveis pelos cuidados de crianças com até 12 anos e de pessoas com deficiência. Cada caso será analisado individualmente. Atualmente, estima-se que cerca de 32 mil pessoas presas sejam responsáveis por crianças ou pessoas com deficiência.

A resolução normatiza o rol de direitos dessas pessoas conforme os requisitos para a concessão da prisão domiciliar previstos no Código de Processo Penal e em cumprimento às ordens coletivas de habeas corpus nº 143.641/SP e 165.704/DF, concedidos pela 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). “Buscamos a adequação dos sistemas eletrônicos do Poder Judiciário e a sistematização das decisões proferidas pelo STF, a fim de facilitar seu cumprimento por parte dos magistrados”, detalhou em seu voto o presidente do CNJ, ministro Luiz Fux.

Conforme prevê o ato normativo aprovado no processo nº 0010001-73.2020.2.00.0000, os sistemas e cadastros utilizados na inspeção de estabelecimentos penais, na tramitação e na gestão de dados dos processos - abrangendo as fases pré-processual, processual e de execução - deverão contemplar informações necessárias para facilitar a apreciação da substituição da prisão preventiva pela domiciliar, bem como a concessão de saída antecipada, inclusive com a utilização de alerta automático. “É importante que os sistemas informatizados do Poder Judiciário forneçam suporte ativo à prestação jurisdicional, a fim de assegurar objetividade e eficiência às análises processuais e ao planejamento das políticas judiciárias”, ressaltou Fux.

Caberá aos tribunais estabelecer fluxo para rastreamento e acompanhamento das decisões que tratem da substituição de prisão preventiva, bem como da saída antecipada dos regimes fechado e semiaberto. A resolução é aplicável também aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa.

Além disso, os tribunais, em colaboração com as escolas de magistratura, deverão promover estudos, pesquisas e cursos de formação continuada, divulgar estatísticas referentes ao tratamento de pessoas custodiadas, acusadas, rés, condenadas ou privadas de liberdade que sejam gestantes, lactantes, mães, pais ou responsáveis por crianças e pessoas com deficiência.

A resolução também instituiu a Comissão Permanente Interinstitucional para acompanhamento e sistematização em nível nacional dos dados referentes ao cumprimento das ordens coletivas de habeas corpus concedidas pelo STF. Um painel público permitirá o monitoramento dos dados sobre a situação de mulheres privadas de liberdade que sejam gestantes, lactantes, mães, pais ou responsáveis por crianças e pessoas com deficiência.

Levantamento

O Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF) do CNJ realizou, em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), levantamento junto aos tribunais em relação à situação de mulheres privadas de liberdade que sejam gestantes, parturientes, mães de crianças de até 12 anos, idosas ou possuam doenças crônicas ou respiratórias.

Dos órgãos que enviaram informações, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) informou que, em razão do habeas corpus nº 143.641, foram aprovados 1.655 pedidos de prisão domiciliar para presas. De acordo com o tribunal, 316 mulheres que estavam no regime semiaberto foram beneficiadas com a progressão de regime, das quais oito eram gestantes ou lactantes, 21 idosas e 83 portadoras de doenças preexistentes. Além disso, 753 presas permaneceram em regime semiaberto, das quais 11 gestantes e lactantes, 51 idosas e 353 portadoras de doenças preexistentes.

Já o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) relatou que 10 mulheres foram colocadas em prisão domiciliar para cuidar de filhos menores, deficientes ou portadores de enfermidades graves. No Tribunal de Justiça do Mato do Sul (TJMS), 276 processos foram objeto de reanálise e 120 casos foram beneficiados em decorrência da Recomendação CNJ nº 62/2020, que orientou cortes e magistrados a respeito adoção de medidas preventivas à propagação da infecção pela Covid-19 nos sistemas de Justiça penal e socioeducativo.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) relatou que foram reanalisados 57 processos e 39 mulheres foram colocadas em prisão domiciliar. O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) informou que 31 processos foram analisados e 26 mulheres foram colocadas em prisão domiciliar. Já o Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) registrou que 35 mulheres teriam sido colocadas em prisão domiciliar.

Na região Sul, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) relatou que foram identificados oito casos de alteração processual de gestantes privadas de liberdade. Já o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) informou 14 casos de mulheres que ganharam o benefício da prisão domiciliar.

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) relatou modificação processual em razão da norma do CNJ em quatro casos, reanálise de 12 processos e concessão da prisão domiciliar para 16 mulheres. No Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), foi registrado um caso de prisão domiciliar.

Agência CNJ de Notícias

Nota Publica

Sindicatos e Associações cobram mais respeito do Governo do Estado com profissionais da Segurança Pública

Sindperitos

Senhoras e Senhores trabalhadores da Segurança,

Hoje, dia 22/12/2020, tivemos uma resposta oficial do governo em relação ao pagamento do 13º salário do corrente ano, qual seja a da impossibilidade técnica contábil de fazê-lo até o dia 31, deixando claro que o problema não seria caixa e que efetuaria o pagamento no primeiro dia útil de 2021 (04/01/2021).

Mais uma vez, o governo desrespeita o conjunto de trabalhadores da segurança pública, cujos componentes enfrentaram, além da alta criminalidade e sinistros, a Covid 19, sem direito a home office. Fica claro o discurso falacioso de que segurança pública é prioridade no atual governo, traindo os bravos homens e mulheres que dão suas vidas em defesa da sociedade e da governabilidade.

Por oportuno, ficou definido pelo Chefe da Casa Civil, garantindo às associações e sindicatos dos profissionais da segurança pública que o pagamento dos salários dos meses de 2021 se daria da mesma forma dos de 2020 e que, tão logo tivesse o cômputo financeiro para o pagamento dos passivos de 2018 (que começará em janeiro de 2021), chamaria as entidades para definição da forma como fazê-lo.

As entidades representativas de classe não têm medido esforços na luta pelos direitos e garantias de seus associados e filiados. Conclamamos a todos para ficarmos alertas no cumprimento das promessas governamentais, assim como não esquecer de nossa luta pela manutenção da prioridade no pagamento dos salários e dos atrasados de 2018.

Aproveitemos estes últimos dias de 2020 para recarregarmos as energias, organizarmos as ideias, reunirmos as forças e iniciarmos 2021 atentos, mobilizados e unidos, prontos para a luta que se avizinha já nos primeiros dias do ano.

Natal/RN, 22 de dezembro de 2020.

SINPOL / SINDPERITOS / SINDITEP / SINDPPEN / ASSOFME / ASSPMBMRN / ACSPMRN / ABMRN / APRAM / APBMS / ASSPRA / APRORN / ASPIPERN

Crime Organizado

Operação "Natal com Justiça" prende integrantes de uma organização criminosa com atuação no tráfico de drogas, roubos e homicídios

DeicorPoliciais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado DEICOR, no dia de hoje, 22/12/2020, prenderam 07 (sete) integrantes de uma organização criminosa voltada à prática de tráfico de drogas, roubos e homicídios, em sua maioria nas cidades de Natal e de Mossoró. 

Durante as investigações os policiais civis constataram que essa Organização Criminosa, comandada por "NEM DA ABOLIÇÃO", além de traficarem drogas, ordenarem homicídios, eles também financiavam roubos a bancos e a carros-fortes. 

Um dos homicídios atribuídos a essa organização foi da empresária Flávia Magalhães da Rocha, morta dentro de uma farmácia, com cerca de 20 tiros de pistola, no mês de abril do corrente ano. O motivo desse crime foi porque o "NEM" e sua esposa Fernanda, atribuíram as suas prisões à FLÁVIA, ou seja, desconfiaram de que a FLÁVIA teria fornecido à polícia o endereço onde o casal estava escondido há meses da polícia.

Foram presos, por força dos mandados de prisão preventiva:
Carlos Alexandre Martins Salviano, "Nem do Abolição"; 
Lázaro Nascimento de Souza, "Bufa", 
Márcio Gomes da Silva, "Mago Vei";
Erasmo Carlos da Silva, “Palmeirense”;
Judson Bezerra Araújo Batista, "Bebezão"; 
Walter Linhares dos Santos, "Nenenzinho";
Thiago Marques de Araújo, "Nino".

Continua foragida Fernanda Bernarmino da Silva, esposa de “nem do Abolição”", salientando que agora a Fernanda é quem comanda o tráfico de drogas no lugar do seu marido que se encontra preso da penitenciária federal de Mossoró/rn.

Além da DEICOR, participaram da Operação Policial a 2ª Delegacia Regional de Mossoró e a DEPATRI/PCPE, pois mais uma vez a investigação se deu de forma integrada entre as unidades da Polícia Civil.

As investigações continuam até a identificação e prisão dos demais envolvidos nessa Organização Criminosa, cuja maior atuação se dava na cidade de Mossoró e adjacências.

A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, através do disque denúncia 181, disque DEICOR (84) 3232-2862 ou ZAP DEICOR (84) 98135-6796.

"Para combater o crime, a qualquer hora e em qualquer lugar, DEICOR!"

Rio Grande do Norte

Rio Grande do Norte encerra 2020 com 25 grandes usinas solares

Solares

O Rio Grande do Norte fecha o ano de 2020 com 25 grandes usinas solares fotovoltaicas contratadas, que somadas terão 943MW de potência instalada, o que representa um aumento de 257% em número de empreendimentos e 210% de potência contratada em relação ao ano de 2019.

“Os empregos gerados durante as fases de instalação e operação irão movimentar a economia local e proporcionarão o aumento da arrecadação municipal através do ISS e outras contribuições, geradas principalmente durante a fase de instalação do empreendimento”, afirma o secretário do Desenvolvimento Econômico do Estado (Sedec), Jaime Calado.

Somente em 2020, o Estado conseguiu captar mais de R$ 2.043 bilhões em investimentos no setor solar, que serão implementados nos próximos 3 anos com geração de emprego e renda à população potiguar. Os projetos serão instalados nos municípios de Assu, Jandaíra, Lagoa Nova, Lajes, Pedro Avelino, Serra do Mel e Touros. Parte da mão de obra contratada será da própria região onde serão instalados os projetos.

De acordo com o coordenador de Desenvolvimento Energético da SEDEC Hugo Fonseca, “a implantação desses novos projetos possibilitará o fortalecimento da cadeia produtiva da energia solar em nosso estado, aumentando a diversificação da matriz elétrica e abrindo novos caminhos para o desenvolvimento de projetos híbridos envolvendo fontes renováveis como eólica e solar”.

MAIS INVESTIMENTOS EM ENERGIA RENOVÁVEL

O Rio Grande do Norte atingiu nesta semana a marca dos 93 projetos em energia eólica contratados, o que representa um aumento de 66% em relação ao número de projetos acertados no início do ano.

São mais de R$ 5 bilhões que serão investidos até 2026 em energia limpa, garantindo milhares de postos de trabalho na construção e operação dos parques.

Dos 93 projetos contratados, 32 parques já estão em fase de obras, contribuindo para manter a liderança nacional do RN no setor eólico. Atualmente o estado possui 169 plantas em atividade, com potência instalada de 4,6 gigawatts.

Fotos: Engien/Reprodução

Assecom-RN
(84) 3232-5204 / 5152
Site oficial: www.rn.gov.br
Twitter: @governodorn
Instagram: @governodorn
Facebook: @GovernodoRN

Furtos e Roubos Mossoró

Polícia civil recupera cinco aparelhos celulares em Mossoró

DefurPoliciais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DEFUR) de Mossoró, em continuidade à Operação “Radar”, apreenderam, na manhã desta terça-feira (22), cinco aparelhos celulares e uma “smart tv”, que foram objeto de roubo ou furto, no município. Os objetos recuperados apreendidos com compradores, os quais responderão a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), pelo crime de receptação culposa.

O delegado Rafael Arraes, titular da DEFUR Mossoró, orienta as pessoas a não adquirirem objetos sem nota fiscal, pois se o comprador for encontrado com bens que sejam provenientes de crimes, poderá responder pelo crime de receptação. “Caso o cidadão tenha seu aparelho celular roubado ou furtado, é importante que seja registrado um Boletim de Ocorrência, informando o IMEI do aparelho, que se encontra na caixa do produto ou na nota fiscal, facilitando sua recuperação”, explicou o delegado. 

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio Disque Denúncia 181 ou pelo WhatsApp da DEFUR Mossoró, no número (84) 98135-1586.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS.

Delegacia de Narcóticos

Equipe da Denarc prende indivíduo com crack e maconha no bairro Bom Jardim em Mossoró

DenarcNo fim da manhã de hoje os polciais da Delegacia Especializadas em Narcóticos de Mossoró prenderam a pessoa de 'Douglas Gomes da Silva', 21 anos, conhecido por "Gordin", na Rua Arthur Bernandes, bairro Bom Jardim, por tráfico de drogas.

No momento da abordagem policial o suspeito se encontrava em frente a residência de parentes exercendo o seu comércio ilegal e tentou se evadir por um canal de esgoto que fica ao lado da casa e teria acesso assim a sua casa que fica nos fundos do mesmo terreno de seus parentes, sendo contido por policiais que se encontravam na parte de trás do terreno já esperando a fuga do suspeito.

Após tomar conhecimento de que o Gordin vendia os entorpecentes em sua residência a equipe da Denarc passou a diligenciar no local para identificar o comércio e possíveis rotas de fuga do suspeito, chegando a presenciar o fluxo de viciados indo comprar drogas no local culminando com a abordagem no dia de hoje, com o Gordin foram encontradas 33 trouxinhas de maconha e 23 pedras de crack, todo esse material já embalados e prontos para a revenda. Após a abordagem os poliviais deram voz de prisão a Douglas e o conduziram até a Delegacia para realização do auto de prisão em flagrante e em seguida conduziu o mesmo a Cadeia Pública de Mossoró onde este ficará a disposicao da justiça.

A Denarc agradece o apoio da população no combate ao tráfico de drogas na cidade de Mossoró, reafirma o seu compromisso de combater a criminalidade entando sempre vigilante e pede que a população continue a denunciar o trafico de drogas na cidade ligando para o disk denuncia através dos números 181 e 197.

Artigo

Os desafios de família, professores e alunos em tempos de pandemia

ArtigoNo processo de ensino/aprendizagem sempre foi difícil definir os papéis da escola e da família. As inúmeras tarefas, trabalhos e avaliações devem ser retomados em casa, entretanto, podemos observar que se configuram duas situações distintas e igualmente problemáticas: de um lado a omissão de alguns responsáveis, de outro a superproteção em realizar as atividades pela criança.

Pelo lado da escola, o pensamento de muitas professoras acaba focado no simples desempenhar do papel docente de “ensinar algo a alguém” e, nesse caso, estamos falando de um “algo” acadêmico – curricular. Sem dúvida, este é um dilema, no qual os papeis nem sempre são desempenhados a favor da criança.

Com a chegada da pandemia e as orientações de isolamento social, as famílias tiveram que assumir de forma abrupta a tarefa de ensinar, antes vista como papel exclusivo da escola por muitos pais. Uma experiência que vem causando muitas reflexões e “confusões”, principalmente no que tange os aspectos emocionais. A arte de ensinar requer paciência, didática e conhecimento. Na contramão disto, temos mães estressadas, no seu limite, e crianças assustadas, confusas e isoladas. Mais traumas e angústia somados aos outros que a situação de distanciamento social vem provocando.

Do outro lado da “telinha”, professores se reinventando, aprendendo a ensinar pelas redes sociais e plataformas digitais, de forma remota sem o contato físico. De uma hora para outra, a educação a distância passou a ser a única possibilidade para professores que nunca haviam tido contato com esta modalidade de ensino. Um grande desafio para todos: os que ensinam, os que auxiliam e os que aprendem.

            O que podemos esperar da era pós-pandemia? Quais as expectativas para o que estão chamando de um “novo-novo”? Será que teremos professores mais flexíveis e atentos aos limites de seus alunos? Será que encontraremos pais mais atenciosos e sensíveis ao aprendizado das crianças? E o estudante? Será que após essa experiência retornará para suas rotinas escolares mais comprometido e protagonista do seu aprendizado?

            Muitas são as dúvidas sobre o rumo que a educação básica tomará após a retomada do que conhecemos como “normal”. O que podemos afirmar é que, no ano de 2020, a educação passou por uma grande transformação, que envolveu de forma direta professores, alunos e familiares.

Torçamos para que o que poderia ser um jogo de empurra-empurra entre escola e família se torne um ponto de partida para a revisão dos papéis e a construção de uma parceria e apoio mútuo entre pais e educadores. Que tenhamos como legado desta pandemia para a educação, professores mais tolerantes, pais mais comprometidos e estudantes mais interessados.

Autora: Fabiana Kadota é especialista em recreação e lazer, professora da área de Linguagens Cultural e Corporal, nos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física do Centro Universitário Internacional Uninter.

 

Mais informações:

 

   Lola Dias

   (+55 41) 9 9631 1892
   [email protected]
 

Policia Federal

PF prende na zona rural de Mossoró, contrabandista de cigarros foragido

PFA Polícia Federal, com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI), prendeu na tarde de segunda-feira, 21 de dezembro, na zona rural de Mossoró/RN, um contrabandista de cigarros que estava foragido desde 18/11/2020, quando da deflagração da segunda fase de Operação Smoke Route, denominada Entreposto.

Cerca de 7 policiais federais participaram das diligências que culminaram na prisão do foragido, em poder de quem foram apreendidos cheques no valor de R$ 118 mil reais, dois veículos e documentos que comprovam a manutenção das atividades da organização criminosa voltada à prática de contrabando de cigarros.

O investigado é um comerciante de 40 anos, que teve a esposa e um irmão presos em novembro com a deflagração da Operação Entreposto, todos envolvidos diretamente com o contrabando de cigarros.

Os crimes imputados são os de contrabando qualificado (art. 334-A, §1º, IV CP) e organização criminosa (art. 2º da Lei 12.850/2013), cujas penas, somadas, podem ultrapassar a 13 (treze) anos de prisão.

Rio Grande do Norte

Governadora afirma que atuação do Obvio contribui para redução da violência

Obvio

Ao participar da mesa de abertura do webseminário "Desafios no enfrentamento à violência no RN", nesta segunda-feira (21), a governadora Fátima Bezerra disse que "o Governo do Estado está atento à segurança pública cidadã e eficiente, imprescindível para o bem estar e a paz da população". O evento marca os dois anos de atuação do Instituto Obvio (Observatório da Violência Letal Intencional) junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). "Parabenizo todos que fazem o Obvio, que hoje integra uma rede com mais de 30 pesquisadores em todo o país. Vocês têm o nosso respeito. Contem conosco e incentivem outros pesquisadores para um mundo com menos violência e mais humanidade; para uma segurança pública como política essencial para a paz". 

Fátima registrou que o RN não ostenta mais o título de estado mais violento do país, como em 2018. "Entre 2019 e 2020 conseguimos poupar 698 vidas, com redução de 25,7% dos homicídios dolosos, 18,9% nas lesões corporais seguidas de morte e tivemos acréscimo de 108,9% de intervenção policial no combate a essas condutas violentas. Mas isso não aconteceu espontaneamente. Com o apoio do vice-governador Antenor Roberto o nosso governo acertou já na escolha da equipe de secretários para o sistema de segurança. Enfrentamos crises econômica e sanitária sem precedente, mas fizemos investimentos, contratamos 1.022 novos policiais militares. O estado estava há 15 anos sem contratar policiais militares. Que política era essa? Como fazer segurança sem um corpo de segurança suficiente? Estamos mudando esta realidade. 
Iniciaremos novo curso de formação com 364 policiais, sendo 64 mulheres. Até final de dezembro convocaremos mais 362 bombeiros militares. E vamos fazer concurso para delegado, escrivães e agentes da Polícia Civil. Fizemos a valorização com aumento salarial e atualização das promoções", explicou.

Outra ação de governo destacada por Fátima Bezerra foi a criação da secretária específica para a gestão penitenciária, a Seap. "Instalamos a Secretaria de Estado da Gestão Penitenciária dando mais humanização aos apenados e familiares. Mais de 500 policiais penais foram contratados em nosso Governo. Investimos em equipamentos mais de R$ 100 milhões conveniados. Temos que avançar cada vez mais. E com o trabalho do Obvio, que é um trabalho de inteligência, vamos continuar tendo resultados positivos". 

O vice-governador Antenor Roberto registrou o fato de que o seminário acontece no dia em que o Governo do RN lança a Política Estadual de Segurança Pública, que é resultado de ampla consulta à sociedade. "Realizamos um amplo processo de consultas, e até uma conferência, envolvendo a sociedade civil. O Obvio contribui com dados e estatísticas. O nosso governo tem uma nova concepção de segurança pública que é consolidada na Política Estadual. Queremos que o Obvio se aproxime ainda mais para contribuir com o Governo do RN". Secretário adjunto de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) do estado, o delegado Osmir Monte, disse que "a Sesed soma aos esforços do Obvio para a redução da violência. A partir das informações podemos subsidiar as ações do trabalho da segurança pública no RN".

O webseminário acontece durante todo o dia de hoje e, segundo o coordenador geral do Obvio, professor Osvaldo Negrão, vai discutir as atividades desenvolvidas, perspectivas e articulações interinstitucionais. "A partir de bons diagnósticos podemos contribuir com a discussão e resolução da violência", afirmou. A professora Jeanete Alves Moreira, diretora do Centro de Ciências Exatas e da Terra da UFRN, destacou a pertinência do tema para o momento atual do país e que os debates "buscam diminuir a violência no estado e no país". Para a diretora adjunta do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva da UFRN, professora Maria Ângela Fernandes Ferreira, "o Obvio contribui com a pesquisa na UFRN e de forma aplicada pode contribuir para reduzir as desigualdades sociais em todo o país. Entendo que programas de saúde coletiva e demografia devem se voltar para pesquisas aplicadas visando intervenções concretas na realidade em que a gente vive. Precisamos de intervenções, mesmo que localizadas, para reduzir o quadro de violência". 

Co-fundador do Obvio em 2012, o professor Ivênio Hermes, também coordenador de Análises Criminais da Sesed, lembrou a origem do observatório que surgiu a partir do Conselho Estadual de Direitos Humanos. "Trabalhamos estudos para transparência à sociedade com relação a crimes violentos intencionais (homicídios). A vinda do Obvio para a UFRN é um marco. O Governo da professora Fátima Bezerra apoia o nosso trabalho e com 721 dias de gestão temos a diferença de 698 vidas poupadas. A redução de homicídios é tarefa árdua diante de uma tendência de aumento em todo o país. O Obvio se aproxima do sistema de segurança pública para contribuir para a redução da violência e por uma sociedade com mais paz", declarou. Já o professor e presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte, considerou que "o Obvio também representa grupo de trabalho em direitos humanos na UFRN. A parceria da UFRN com o Obvio se alinha ao debate sobre os problemas da sociedade. Como sindicato e universidade devemos devolver à sociedade tudo que aprendemos aqui", pontuou Wellington.

Natal (RN), 21 de dezembro de 2020.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – ASSECOM

Publicidade

RevCar

RevFinal de ano chegando e você que vai viajar, não deixe de passar na RevCar para fazer a revisão preventiva do seu veículo. Os melhores preços você  vai encontrar na RevCar.

Noticias da Região

Covid faz mais uma vítima entre professores em Mossoró

Portal do RN

HuldaHulda Nunes estava aposentada como docente da UERN e era maestrina do Conservatório e Música

A Covid fez mais uma vítima fatal entre os professores aposentados da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Após Felipe Caetano, que faleceu na madrugada do último sábado, desta vez a vítima fatal foi a também professora aposentada Hulda Nunes.

Além de docente, Hulda Nunes era maestrina do Conservatório Dalva Stella Barreto, da UERN e integrava os corais da UERN e da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA).

Hulda Nunes da Paz Bezerra – Nasceu no dia 17 de dezembro de 1953, na cidade de João Câmara-RN; filha de Manuel Nunes da Paz e Dilma Ferreira da Paz. Exerceu a função de professora na Escola Estadual Jerônimo Rosado.

Homicidios no RN

Jovem morto a tiros em Assú no dia 16/12 é identificado oficialmente no Itep em Mossoró

Kleyton

O corpo de Kleyton Cristiano da Silveira Souza, natural de Macau de 20 anos de idade, que segundo registro, residia na Rua José Justino, no bairro Pendencias de Cima em Pendencias, foi identificado oficialmente no Itep em Mossoró. 

O jovem foi assassinado com tiros de escopeta calibre doze na cabeça, numa quadra de esportes no conjunto Janduis, no bairro da Cohab em Assu, no último dia 16 de dezembro. 

Como não tinha qualquer documento de identificação, o corpo só foi liberado na tarde deste domingo, 20 de dezembro. 

Segundo informações da família, depois que sofreu um atentato a tiros, Kleyton veio morar na cidade de Assú. Na segunda tentativa ele não teve a mesma sorte.

De acordo com informações, todo e qualquer corpo examinado no Instituto de Medicina Legal do Itep, só será liberado com apresentação de um documento de identidade. O corpo Kleyton Cristiano da Silveira Souza foi liberado por ordem da justiça. 

Noticias do RN

Famílias da zona rural de Felipe Guerra que tiveram casas destruídas por bandidos pedem socorro a polícia

Felipe Guerra

O caso aconteceu na madrugada  de sexta-feira 19 de dezembro, no Sítio Gasparim, zona de Felipe Guerra. Segundo informações um grupo fortemente armado invadiu a comunidade para assaltar e como já era a segunda vez, os moradores, que foram acordados pelos latidos dos cachorros, conseguiram fugir antes da chegada do bandidos. 

Ainda segundo informações, os criminosos invadiram três residências e numa delas moram dois idosos. Como os bandidos não encontraram bens pessoais das vítimas, eles resolveram matar vários animais e antes de deixarem o local, tocaram fogo na casa do casal de idosos. 

Segundo informações de um familiar dos idosos, o caso foi aterrorizante. Os bandidos levaram cerca de 15 Galinhas e deixaram as cabeças de três delas penduradas ao lado da residência queimada. 

Assustados os moradores pedem providências a quem de direito, já que é o segundo caso registrado com as mesmas pessoas, em menos de 60 dias. 

Felipe Guerra

 

#Acidente com morte

Acidente de trânsito com duas vítimas fatais na cidade de Barauna

Barauna

O acidente do tipo capotamento aconteceu no final da tarde de sábado, 19 de dezembro, numa estrada carroçavel, região do Cinderela, zona rural de Barauna. 

As vítimas, Francisco Luiz Gomes da Silva de 30 anos de idade e Maciel da Silva Lima, de 28 anos, morreram no local. Um irmão de Maciel, que estava com ele no carro, foi socorrido para o Hospital de Barauna, com uma forte lesão no rosto e aparentemente não corre o risco de morrer. 

Segundo informações, os ocupantes do veículo, trabalhavam como pintores e estavam retornando de um trabalho na zona rural de Barauna, quando o condutor perdeu o controle do veículo, saiu da via e capotou várias vezes. 

Os corpos de Francisco e Maciel foram encontrados fora do veículo. A outra vítima foi socorrida pelo Samu da cidade de Baraúna. 

A Polícia ainda não sabe o que teria causado o acidente, mas pelos indícios, o veículo desenvolvia alta velocidade, numa estrada que não oferece boas condições. Dentro do carro, a perícia encontrou um vasilhame de bebida. 

Barauna

 

Homicídios Mossoró

Elemento morre ao reagir abordagem da policia em Mossoró

184

A Central de Operações da Polícia Militar de Mossoró, recebeu um pedido de socorro dos moradores da favela do cachorro assado no bairro Barrocas, que denunciavam a presença de alguns elementos exibindo armas de fogo de grosso calibre no meio da Rua Emílio Castelar. Ocorrência registrada no início da noite deste sábado, 19 de dezembro.

Quando a Guarnição da Força Tática chegou ao local, percebeu alguns elementos fugindo para um matagal, Isaac Lemos Alves, de 22 anos de idade, resolveu medir força com os militares. Ele foi alvejado e mesmo socorrido as presas, morreu pouco depois de chegar ao Hospital Regional Tarcísio Maia. 

Ele estava com uma escopeta calibre doze e vários cartuchos do mesmo calibre. Além da arma e as munições, a polícia encontrou com ele, um vaso com pés de maconha e uma pequena porção da mesma droga, pronta para ser consumida. 

O corpo do mesmo foi removido para exames de necropsia na sede da Unidade Regional do Itep em Mossoró. 

184

 

Homicídios Mossoró

Pedreiro de 40 anos é morto a tiros no bairro Aeroporto

pedreiro

Segundo registro o pedreiro Edson Rafagnin Braga de Lima, natural da cidade de Patu, de 40 anos de idade, trafegava de moto, quando foi surpreendido e morto a tiros no meio da Rua Raimundo José dos Nascimento, por trás de do residencial Celina Guimarães, no bairro Aeroporto "Quixabeirinha" em Mossoró. 

Edson foi alvejado com cerca de 05 tiros, sendo um no braço, dois nas costas, dois na parte de trás da cabeça e morreu no local. Os criminosos, segundo informações recebidas pela polícia, estavam numa motocicleta. 

A Polícia ainda não sabe a quem atribuir a autoria do crime que aconteceu por volta das 09h45min deste sábado, 19 de dezembro e nem a motivação, pois segundo populares, Edson era trabalhador e não tinha nenhum envolvimento com ilícitos.

A Polícia Militar fez o isolamento do local para os procedimentos de perícia realizados pelas equipes de plantão no Itep e da Delegacia de Plantão. 

 

Policia Penal

Polícia Penal realiza revista estrutural em Alcaçuz

Policia Penal

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), dando continuidade as operações de revista de final de ano nas unidades prisionais do Estado, realizou nesta sexta-feira, dia 18, um “pente fino” nas celas, estruturas de uso dos internos e na área externa da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta.

A ação contou com a participação de policiais penais dos grupos especializados e, ao fim da busca, nenhum ilícito foi detectado. 

Policiais de plantão, com apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) e Grupo Penitenciário de Operações com Cães (GPOC), sob o comando do Departamento de Operações Táticas (DOT), retiraram os privados de liberdade das celas e os levaram ao pátio. Um a um, os internos foram vistoriados e, com as celas vazias, foi realizada a revista estrutural. 

O secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, disse que as revistas têm o objetivo, também, de identificar qualquer violação na estrutura física das celas para inibir princípios de rebeliões ou motins. “Verificasse se os presos estão danificando as estruturas das celas para usar como arma contundente”, explicou.  

O diretor de Alcaçuz, Flávio Lúcio, contou que as revistas são uma rotina na unidade e com o reforço dos grupos especializados é possível uma ação mais detalhada e minuciosa. “Esse apoio da Seap é importante porque a revista estrutural é bastante complexa”, disse. A cadela “Lola”, treinada para detecção de drogas, percorreu todas as celas. Depois, policiais penais adentaram para vistoria de objetos pessoais, colchões, pias, vasos sanitários e até paredes em busca de ilícitos. 

Nada de ilegal foi localizado nas celas, confirmando que as revistas diárias feitas pelos servidores de plantão e o uso de novas tecnologias, como o scanner corporal, tem sido eficientes para garantir a segurança dos presídios. Todas as unidades com presos do RN possuem o equipamento que escaneia os visitantes com Raios-X de baixa dosagem. O equipamento permite localizar objetos escondidos e identificou, no ano passado, uma tentativa de entrada de um aparelho celular dentro do estômago.

O subsecretário da Administração Penitenciária, Natanael Avelino, acompanhou a operação de perto. “A revista minuciosa é uma intervenção que se soma a rotina carcerária para manter a ordem, a disciplina e o padrão operacional dentro das unidades. Essas ações são corriqueiras no sistema prisional do Rio Grande do Norte e ajudam a manter o sistema mais seguro para a sociedade”, disse.  

FONTE: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA SEAP/RN

Noticias da Região

Allyson anuncia Secretário de Segurança e Comandos da Guarda e Trânsito

AlisonO prefeito eleito e diplomado de Mossoró Allyson Bezerra anunciou nesta sexta-feira (18), os nomes para a Secretaria Municipal de Segurança, Comando da Guarda Municipal e Gerência de Trânsito de sua gestão, que se inicia em 1º de janeiro de 2021.

Cledinilson Morais de Oliveira será Secertário Municipal de Segurança. Cledinilson é 3° Sargento da Polícia Militar, tem 20 anos de serviço, trabalhou em vários setores da Corporação, dentre esses: CIOSP, ROCAM, serviço de inteligência e Polícia Ambiental. Além disso, foi selecionado recentemente para integrar a Força Nacional de Segurança Pública.

Thiago Oliveira é o nome escolhido por Allyson para o Comando da Guarda Municipal. Thiago de Oliveira Fernandes Pinto atua na área da segurança pública há mais de 10 anos com experiência no setor privado e público. Atua na Guarda Municipal em Mossoró. É graduando em Segurança Pública.

O Comando da Gerência de Trânsito ficará a cargo do Agente Municipal de Trânsito e Transporte Luís Correia. Luís Eciraldo Correia é concursado desde 2009, é Graduado em Administração e possui experiência em Gerência de Trânsito e Transporte no município.