Noticias da Região

APRAM REIVINDICA QUE GOVERNO TRANSFORME HOSPITAL DA PM EM UNIDADE DE RETAGUARDA NO TRATAMENTO DE PACIENTES COM CORONAVÍRUS EM MOSSORÓ

PMDiante da perspectiva das autoridades da saúde para um aumento no número de casos de pessoas infectadas com o coronavírus (COVID 19) o Cabo Tony Fernandes da Associação de Praças da Polícia Militar reivindicou junto ao Comando Geral da PMRN, Secretaria de Segurança e Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte que o Hospital Regional da Polícia Militar em Mossoró receba investimentos para atendimento de operadores de segurança, profissionais da saúde e população em geral acometidos com a doença.

O anúncio é que o Governo do Estado estaria procurando um local para abertura de novos leitos para acolhimento de pacientes infectados em Mossoró. Tony lembra que o HPM possui uma estrutura física pronta para funcionar, necessitando de algum recurso para promover esse importante serviço. “É totalmente contraditório deixar de investir num hospital que é subutilizado enquanto outros estão lotados, ou ainda equipar um ginásio de esportes. Quando a pandemia for superada teríamos um legado para atender a população no local apropriado da rede pública de saúde”, declarou o dirigente. 

Outra sugestão da APRAM é para que a Prefeitura de Mossoró faça convênio com o Estado assumindo os 30 leitos existentes no HPM, centralizando o atendimento das pessoas infectadas para o local. A medida atenderia a recomendação de isolar os pacientes e acabaria com o pânico entre as pessoas com outras enfermidades que se encontram nas UPAs às quais entram em desespero cada vez que chega um caso suspeito de coronavírus nessas unidades. 

Assessoria de Comunicação APRAM

Nenhum comentário

Comentar