Galego da água é morto a tiros dentro de seu comércio no bairro Aeroporto em Mossoró

Galego
Osmar Dantas de Oliveira, “Galego da água” natural da cidade de Umarizal, de 33 anos de idade foi morto a tiros dentro de seu comércio de água mineral, localizado na Rua Ricardo Guilherme de Lima, próximo ao hospital Tarcísio Maia, no bairro Aeroporto em Mossoró.

Segundo informações da polícia, Galego da água estava deitado numa rede, dentro de comércio, quando foi surpreendido por dois criminosos. Ele foi alvejado com cerca de 10 tiros de pistola 380, todos na cabeça e morreu no local.

De acordo com informações de populares, “Galego da água”, tinha inimigos e possuía arma de fogo, mas ninguém da família confirmou as informações pra polícia. A família também não informou em que tipo de transporte os criminosos estavam.

De acordo com a equipe de perícia criminal do Itep, os matadores utilizaram uma pistola calibre 380 para matar o comerciante. Capsulas e fragmentos foram encontradas na cena do crime e no corpo da vítima, cerca de 10 perfurações, a grande maioria na cabeça e num dos braços; o conhecido disparo de defesa.

O trabalho de perícia realizado no local do crime, realizado pela equipe do Itep foi acompanhado pela equipe da Delegacia de Homicídios de Mossoró, que investigara o caso. De acordo com o Delegado Rafael Arraes, o crime tem características de execução. Nada foi levado da vitima ou do comercio.
Galego

 

Comentar