Rio Grande do Norte

Governadora destaca importância do novo hospital de São Gonçalo

Governo

A Governadora Fátima Bezerra participou nesta quarta-feira, 08, do ato de assinatura de contrato para construção do hospital municipal de São Gonçalo do Amarante. O contrato é celebrado entre a prefeitura e a Caixa Econômica Federal (CEF), no valor R$ 50 milhões, recursos oriundos do Governo Federal, repassados pelo Ministério da Saúde (MS).

"Estamos celebrando um contrato que é resultado de muitos esforços das últimas gestões municipais e do deputado federal João Maia junto ao Governo Federal. O novo hospital é de grande importância para somar aos esforços que o Governo do Estado está fazendo para melhorar o atendimento na saúde pública", afirmou a governadora Fátima Bezerra.

Ela acrescentou que o Governo do RN vai articular a inclusão da nova unidade hospitalar ao Sistema Único de Saúde, inclusive para viabilizar o custeio de suas atividades.

Fátima Bezerra anunciou para os próximos dias a conclusão da iluminação do acesso sul ao aeroporto de São Gonçalo e a construção de uma nova delegacia de polícia com investimento de R$ 1,5 milhão.

O funcionamento do novo hospital contribuirá para desafogar o atendimento no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. De acordo com o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia "o hospital vai fortalecer a rede de atenção hospitalar pública não só em São Gonçalo, mas em toda a região metropolitana de Natal, e vem se somar, em ações coordenadas, às medidas que a administração estadual está tomando como a implantação de  policlínicas, visando melhorar a atenção à saúde."

O novo hospital terá 135 leitos, sendo 120 de clínica médica, cirúrgica, obstétrica e pediátrica, 7 leitos de UTI Adulto e 8 de UTI pediátrica. Terá centro obstétrico e cirúrgico, centro de recuperação pós anestesia (pós-operatório), central de medicamentos, cozinha, farmácia geral, ambulatório, Raio-x, sala para suturas, curativos, ortopedia, seis salas de aulas para Hospital Universitário, auditório com 166 assentos e estacionamento para servidores e para o público.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaime Calado, destacou a importância do hospital. “Uma necessidade da população e que vai salvar vidas, principalmente, do grande número de pessoas que não tem acesso a planos de saúde privados e só dispõe da saúde pública", enfatizou.

O prefeito de SGA, Paulo Emídio afirmou que “até chegar à assinatura do contrato foram realizados muitos esforços. E vamos precisar de parcerias com o Governo do Estado, com a UFRN e com o SUS para atender mais de 100 mil pessoas”. Paulo Emídio também pediu empenho da CEF para agilizar o andamento da análise dos projetos técnicos que permitirão à prefeitura autorizar o início das obras de construção. "Acredito que com o esforço também da Caixa Econômica Federal, em um prazo de até seis meses estaremos assinando a ordem para o início das obras", afirmou o prefeito.

Gerente Executivo de Governo da CEF, Sílvio José disse que o novo hospital de São Gonçalo "é uma das maiores operações da CEF este ano”. Ele informou que a Caixa analisa os projetos técnicos e acompanha a obra até o final. “Este é um investimento que vai melhorar a qualidade de vida da população", declarou.

O deputado federal João Maia, que acompanhou o andamento do processo para a liberação dos recursos junto aos ministérios e órgãos do Governo Federal explicou que os recursos já estão disponíveis, aguardando os trâmites para autorização das obras pela CEF e que "o novo hospital será moderno e equipado e que servirá de modelo para outras unidades e outros estados."

FOTOS: ELISA ELSIE

--

Assecom-RN

Nenhum comentário

Comentar