Noticias da Região

Penitenciária de Mossoró retoma visitas presenciais

Mário

 Penitenciária Agrícola Doutor Mário Negócio, em Mossoró, retomou as visitas presenciais de familiares dos privados de liberdade. A unidade estava com as visitas suspensas como forma de combate a pandemia do Novo Coronavírus e teve os serviços reestabelecidos esta semana diante da ausência de casos no estabelecimento penal e da taxa de ocupação de leitos de UTI na Região Oeste abaixo do limite estabelecido pelo  Comitê de Crise do Covid-19 da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap).

As visitas são submetidas aos protocolos sanitários de combate a pandemia. São mantidos o distanciamento social e os visitantes sujeitos a aferição de temperatura. O uso de máscara é obrigatório para visitantes e privados de liberdade. As televisitas serão mantidas funcionando em todas as unidades prisionais do RN. 
O diretor da Mário Negócio, policial penal Márcio Morais, explica que nesse primeiro dia de visitas foram disponibilizadas 200 vagas, mas apenas 70 familiares compareceram. “Estamos disponibilizando as vagas, mas muitos parentes preferem a televisita, a visita remota, pela praticidade e economia de deslocamento”, disse. A penitenciária abriga 489 presos e nesta sexta-feira (23) foram disponibilizadas mais 200 vagas para visitantes. 
As visitas presenciais as pessoas privadas de liberdade ocorrerem de forma gradual e responsável, observando protocolos sanitários, nas unidades sem registros de casos de Covid-19 entre servidores e internos e naquelas cujo município esteja com taxa de ocupação de leitos de UTI abaixo de 80%. O Comitê atualiza os dados da Covid-19 no sistema prisional diariamente e a análise epidemiológica é feita semanalmente.  
As medidas sanitárias são importantes para manter o sistema penitenciário sem registro de óbitos entre os internos. O sistema prisional do RN tem 11 mil internos e atualmente apenas um preso em tratamento para o Covid-19 na Cadeia Pública Dinorá Simas, em Ceará-Mirim. Diante da testagem positiva a Seap determinou a suspensão das visitas na unidade de Ceará-Mirim.  

*FONTE: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA SEAP/RN*

Comentar