Homicídios Mossoró

Quatro envolvidos na chacina do baile funk no bairro Boa Vista estão sendo julgados em Mossoró

Sob um esquema de segurança reforçado por policiais militares, está em andamento desde as dez horas da manhã desta terça-feira, 07 de maio, em Mossoró, o julgamento de quatro acusados apontados como sendo os autores da sangrenta chacina do baile funk do bairro Boa Vista.

O crime aconteceu em 11 de março de 2017 quando cinco pessoas foram assassinadas na ocasião dentro de um buffet onde segundo a polícia civil ocorria um baile promovido por uma facção criminosa.

Apontados como autores da chacina

Felipe Martins dos Santos, o 'Playboy',

Marlon Bruno da Silva Nascimento, o 'Shampoo'

Francisco Josenilson da Silva, o 'John' e

Abdiel da Silva Domiciano, conhecido como 'Galadinho'

enfrentam a acusação por homicídio qualificado , associação criminosa e tentativa de homicídio, perante o corpo de jurados composto por sete membros do Tribunal do Júri Popular da comarca de Mossoró. A sessão sofreu um atraso considerável para começar em virtude da espera por um dos réus que veio transferido de Natal.

O julgamento ocorre no Fórum Dr. Silveira Martins 2 anos, 1 mês e 27 dias após a chacina na qual cinco pessoas foram assassinadas a tiros e outras cinco ficaram feridas.

No inquérito concluído pela polícia civil e remetido à Justiça potiguar,  o caso é visto como capítulo de uma  briga de facções adversárias que ainda hoje disputam o controle de áreas para tráfico de drogas na capital do oeste.

Dos quatro acusados que estão sob julgamento,  apenas Felipe Martins dos Santos contratou defesa particular os outros réus são defendidos pela Defensoria Pública do Rio Grande do Norte.  Para a defesa como um todo, faltam provas para uma condenação. Já para o Promotor de justiça Ítalo Moreira que representa a acusação, as provas são fartas.

As vítimas

Os mortos na chacina são:

Jocie Morais da Fonseca, de 20 anos

Eduardo Nunes Farias, de 19 anos

Israel Gomes Bezerra, de 19 anos

Ronaldo Kaynan Barbosa Gomes, conhecido como 'Mc Kay', de 16 anos

Eriely Amanda de Souza Neves, de 21 anos. 

Já as vítimas feridas que sobreviveram são :

Lucas de Lima Resende, Gabriela Almeida, João Felipe Cavalcante da Silva, Antônia Grazielle Carvalho da Silva e Artur David Araújo de Almeida.

Nenhum comentário

Comentar