Noticias da Região

Valderi vigilante acusado de matar cabeleireiro é preso pela polícia civil

Valderi

Valderi Lúcio de Medeiros, suspeito de ter matado o cabeleireiro Leonardo Borges da Silva, de 22 anos, morto com um tiro no peito, na madrugada do dia 23 de agosto, durante desentendimento num espetinho localizado as margens da Avenida Presidente Dutra em Mossoró, foi preso na manhã de hoje, 16 de setembro durante operação da Polícia Civil, na cidade de Tibau.

Veja>: Confusão em lanchonete termina com um jovem morto a tiros no Alto de São Manoel

A Operação para prender o vigilante, de forma preventiva, foi comandada pelo Delegado Leonardo Germano, da Delegacia de Homicídios, com autorização da Justiça e contou com apoio das delegacias, Regional, Denarc, Furtos e Roubos e DHPP de Natal. Valderi, já havia se apresentado na Delegacia e resolveu permanecer calado o tempo todo. Segundo informações, ele teria dito que só falava na presença do Juiz, e como havia livrado o flagrante foi colocado em liberdade.

Após a prisão o delegado Leonardo Germano convocou a Imprensa para falar sobre o caso. O delegado disse que o assassinato do cabeleireiro está elucidado e o autor do crime já está na cadeia a disposição da justiça.

Nenhum comentário

Comentar